_NOSCRIPT

Portal do Governo Brasileiro
canal-ciencia

Busca Avançada

Notáveis

Padre Jesus Santiago Moure

Padre Jesus Santiago Moure

O Padre Jesus Santiago Moure dedicou a sua vida à pesquisa de insetos, com destaque no estudo das abelhas neotropicais nativas do Brasil. A convite do Conselho Britânico, estudou algumas espécies de abelhas típicas (Vachal), de biomas brasileiros como a caatinga e o cerrado. Participou do Círculo de Estudos Bandeirantes, criado para incentivar o estudo, a pesquisa e a divulgação da cultura profana e religiosa, que reconstruiu o Museu Paranaense. Deve-se ao Padre Moure a biblioteca do Museu ser, atualmente, considerada referência nacional em ciências naturais. No campo da Entomologia, Padre Moure visitou as principais instituições de pesquisas e universidades do mundo. Ajudou a criar importantes instituições de ensino e pesquisa, como a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Curitiba, a Cátedra de Zoologia da mesma faculdade, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), o curso de Pós-graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), entre outras. Participou da reformulação da universidade brasileira junto com Anísio Teixeira. Nasceu em 2 de novembro de 1912. Formado em Teologia, foi ordenado sacerdote em 23 de maio de 1937. Lecionou Zoologia na Universidade Federal do Paraná e na Universidade de São Paulo (USP). Trabalhou na Seção de Entomologia do Museu Nacional do Instituto Smithsonian, nos Estados Unidos, concluindo os estudos que havia feito em 1958 em Paris e Londres sobre abelhas neotropicais, e que lhe rendeu importante publicação pelo Smisthsonian. Entre diversas condecorações e prêmios recebidos estão o Prêmio Costa Lima outorgado pela Academia Brasileira de Ciências em 1970; o Prêmio Bassoli conferido pela Sociedade Entomológica do Brasil, em 1987; o Prêmio Ciência e Tecnologia, conferido pelo Conselho de Ciência do Estado do Paraná em 1990, a Medalha CAPES 50 Anos, concedida em 2001: as condecorações Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, conferida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, e entregue pelo Presidente da República em 1995, a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico, conferida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, e entregue pelo Presidente da República do Brasil em 1998. Doutor Honoris Causa e Professor Emérito outorgados pela Universidade Federal do Paraná.