_NOSCRIPT

Portal do Governo Brasileiro
canal-ciencia

Busca Avançada

Notáveis

José Moura Gonçalves

José Moura Gonçalves

O trabalho mais importante de José Moura Gonçalves foi o isolamento da crotamina - proteína tóxica do veneno das cascavéis - que contribuiu para a compreensão da constituição química dos venenos de serpentes e para o estudo dos efeitos desses componentes. Suas pesquisas ajudaram a implantar os conceitos da bioquímica moderna no Brasil. Começou seus estudos no laboratório de química fisiológica do professor Baeta Vianna. Depois passou a pesquisar no Instituto de Biofísica da Universidade do Brasil (atual UFRJ), concentrando-se na físico-química de proteínas e enzimas. Pela pesquisa que isolou e estudou a ação da crotamina, foi indicado ao prêmio Lafi de ciências médicas em 1965. Na carreira universitária, foi defensor da modernização do ensino, substituindo disciplinas e organizando departamentos na Universidade de São Paulo. Também foi professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Trabalhou em laboratórios no exterior e no Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos. Entre 1967 e 1974, integrou a comissão de biologia do CNPq, analisando os processos de concessão de bolsas de pesquisa. Mesmo depois de aposentado, atuou na área de radiobilogia do Instituto de Energia Atômica, atual Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen). Mas, aos 71 anos, parou de trabalhar para dedicar-se à família. José Moura Gonçalves nasceu em 1914 e morreu no dia 18 de outubro de 1996.