_NOSCRIPT

Portal do Governo Brasileiro
canal-ciencia

Busca Avançada

Notáveis

Celso Furtado

Celso Furtado

Nas obras de Celso Furtado estão alguns dos conceitos que baseiam o entendimento da economia brasileira. O livro "Formação Econômica do Brasil", que analisa a evolução da economia brasileira até o início do processo de industrialização, é considerado um dos melhores tratados de historiografia escritos no país. Ao ser exilado, em 1964, tornou-se professor em universidades americanas e européias. Seu pensamento também influenciou a política brasileira. Foi com base em um estudo de Furtado que abordava a solução dos problemas do Nordeste que o então presidente Juscelino Kubitschek criou a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), nomeando Furtado o primeiro superintende do órgão. Em 1962, o economista assumiu o Ministério do Planejamento, elaborando o Plano Trienal de Desenvolvimento Econômico e Social. Defensor da idéia de que o economista não tem uma formação completa sem dedicar-se à pesquisa, Furtado também considera que a economia não evoluiu muito como ciência nas décadas recentes. Na opinião dele, a visão moderna da disciplina está muito baseada numa abordagem funcionalista da sociedade. Para esse paraibano nascido em 1920, a economia está intimamente ligada às questões sociais.