_NOSCRIPT

Portal do Governo Brasileiro
canal-ciencia

Busca Avançada

Notáveis

Azis Simão

Azis Simão

A primeira grande contribuição de Azis Simão para a sociologia brasileira foi publicada em 1947: uma pesquisa sobre o voto operário em São Paulo. Pela primeira vez, a universidade estudava o comportamento proletário. Estava definida uma linha de pesquisas que pautaria a carreira universitária do sociólogo e professor. A tese de livre-docência, defendida em 1964, transformou-se no livro "Sindicato e Estado", que aborda a formação do proletariado paulista. Tornou-se professor em 1957, vencendo os obstáculos impostos por sua cegueira. A nomeação oficial só veio dois anos depois de já estar trabalhando. Azis foi reprovado no exame e suas aulas, durante esse período, eram acompanhadas por um corpo médico. A contratação só pôde se dar oficialmente por meio de uma lei especial, apesar de o diploma de Azis credenciá-lo ao magistério. Nascido em 1° de maio de 1912, tinha uma vocação política e vinculou-se ao movimento operário. Ligado aos intelectuais modernistas, também atuou no jornalismo e participou ativamente da Oposição ao Estado Novo. Foi um dos fundadores da União Democrática Socialista. Azis Simão morreu em 1990 deixando sua contribuição como cientista e seu exemplo de vida e superação.