_NOSCRIPT

Portal do Governo Brasileiro
canal-ciencia

Busca Avançada

Notáveis

Houaiss e seu amigo Abraham Koogan

Antônio Houaiss

O filólogo Antônio Houaiss teve no estudo da língua portuguesa e na luta pela unificação ortográfica suas grandes marcas e contribuições. Foi delegado do governo brasileiro no Encontro para a unificação ortográfica da língua portuguesa, em 1986, no Rio de Janeiro. Além disso, também foi diplomata, tradutor, ensaísta e enciclopedista. Em 1985 começou a elaborar o que considerava a obra de sua vida: um dicionário com mais de 228 mil palavras e locuções. Morreu, no entanto, em 7 de março de 1999, aos 84 anos, deixando seu trabalho inacabado. A obra foi finalizada por uma equipe de pesquisadores e lançada em 2001. Do currículo do filólogo, também constam a tradução de Ulisses, de James Joyce e a edição de livros e enciclopédias como a Delta e a Mirador. O interesse pela língua portuguesa fez parte de sua vida desde os tempos de estudante. Aos 21 anos, ele fez concurso para o magistério e passou a dar aulas de português, latim e literatura. Por essa vocação para o ensino, sempre defendeu a educação básica como primordial. Os serviços prestados à língua portuguesa também lhe reservaram a cadeira de n° 17 da Academia Brasileira de Letras, que ele ocupou a partir de 1971.